SAIBA MAIS

participe das nossas redes

previsão do tempo

quinta-feira, 21 de março de 2013

Exposição de Madu Lopes é destaque no PIQUENIQUE CULTURAL

A Praça da Liberdade ganhará ares de galeria a céu aberto no próximo domingo quando receberá as obras do reconhecido artista Madu Lopes durante o PIQUENIQUE CULTURAL.
Madu Lopes é um artista que reside em Pelotas, tendo seu trabalho direcionado para pintura e escultura, e suas referências advindas de diversos momentos da sua convivência com as pessoas.
Suas obras, em sua grande maioria, são representações femininas em formatos ovais, tendo em seu princípio a utilização de vasos como suporte para suas esculturas.                  
Com o passar do tempo, Madu conseguiu obter um resultado semelhante ao dos vasos e também satisfatório com o porongo, material encontrado já pronto na natureza e que preenchia a necessidade ovalada que o artista tinha de expressar em suas obras. A escultura se complementa com massa fria, na qual ele define as formas mais delicadas de suas criações.
Em suas pinturas Madu também procura manter as representações femininas, além de outras formas que agregam muitos de seus gostos pessoais. Somada a isso, há toda uma simbologia criada a partir de momentos de sua intimidade. 

Representações femininas e influências do cotidiano permeia obra de Madu Lopes

Madu conta sobre sua vizinha Ana, profissional da moda que, quando viva, passava momentos de trocas culturais incríveis com o artista: “dediquei uma série de costureiras em porongo para ela, que são as filhas da Ana, de várias histórias que ela me contou sobre o prazer de costurar”, lembra Madu.
Em seu repertório de suportes, que pode ser entendido por telas, folhas, madeiras e afins, temos a presença de objetos recicláveis que muitas vezes são encontrados na rua em momentos de descontração do artista.
Madu ressalta que é arte que sabe e gosta de fazer, então a isso dedica seus dias. No entanto, como todo trabalho, os altos e baixos fazem parte do seu cotidiano, sendo também momentos importantes do processo criativo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário