SAIBA MAIS

participe das nossas redes

previsão do tempo

domingo, 24 de abril de 2011

Como foi o PIQUENIQUE CULTURAL de abril!

Se no domingo (17), a meteorologia brincou com o PIQUENIQUE CULTURAL e obrigou sua transferência , na sexta-feira passada (22) não foi diferente. Pela manhã, um solzinho frágil anunciava a possibilidade de chuva.
No entanto, a  tarde da última sexta-feira estava ensolarada e possibilitou que centenas  de pessoas pudessem desfrutá-la participando do evento que reuniu diversos artistas e ações culturais.
Quem deu uma chegada à Praça da Rodoviária certamente se surpreendeu com a quantidade de pessoas que prestigiaram o PIQUENIQUE CULTURAL de abril.
Em sua 5ª edição, o evento vem se consolidando como um dos mais prósperos e populares da cidade, com grande potencial de crescimento e capacidade de agregar pessoas e artistas.


Por ser ao ar livre e gratuito, chamou a atenção de quem passava pelo local, de frequentadores assíduos e de quem se deslocou do centro para curtir uma tarde diferente.

O destaque desta edição foram, com certeza, as crianças!

As tintas destinadas à atividade Pintando o 7, que pretendia registrar memórias sobre o Theatro Sete de Abril, foram “capturadas” pela criançada, que as usaram para pintar tudo o que a imaginação permitiu.
Criatividade e alegria não faltaram a elas, que por várias horas estiveram envolvidas com desenhos e pinturas. Muitas mãozinhas sujas e rostinhos pintados desfilaram por lá.

Preparado inicialmente com mais de 25 atrações, o evento registrou alguns prejuízos em função da transferência de data - que coincidiu com o feriado de Páscoa prolongado – e algumas ações tiveram de ser canceladas. Além disso, imprevistos impossibilitaram outras que estavam confirmadas.
Logo no começo da tarde chegou a notícia de que Alex Cruz, um dos músicos que iria se apresentar estava no hospital - coisa pouca, mas que impediria a apresentação. Mais tarde, veio o aviso de que a Oficina de dança mãe-bebê também não aconteceria.  Também o principal confrade de Confraria do Xadrez não poderia estar presente. Tudo isso devido a imprevistos de última hora!
No entanto, nada disso diminuiu o brilho dessa grande festa a céu aberto que é o PIQUENIQUE CULTURAL.
As apresentações musicais do Grupo de Percussão Anjos e Querubins e do Coral Linguagem de Emoções agradaram o público que, sentado na grama ou em cadeiras de praia, puderam apreciar um repertório variado e animado.
       Estava por lá também Janete Flores, que deliciou a plateia com algumas músicas de seu CD recém-lançado “Retina” e com a exposição “Entre Deus e o Intelecto”Morgan Mahira apresentou Dança do Ventre e Tribal, deslumbrando adultos e crianças com sua arte.
E  como imprevistos positivos também acontecem, tivemos a sorte de ter o artista Andruz Vianna, que estava com viagem marcada e não poderia realizar a Oficina de malabares. Como não pode viajar, Andruz não perdeu tempo e realizou experimentações com técnicas circences.
Feira ao², Balaio D’arteiras, Feira do Troca, Oficina Olhos de Lata (fotografia na lata/pin-hole),  Oficina de Ninjutsu, Língua Solta... A Praça da Rodoviária foi tomada pelos artistas que participam do PIQUENIQUE CULTURAL. Também aconteceram manifestações espontâneas e nesta edição um grupo da ONG Pachamama esteve divulgando suas ações de preservação da natureza.

Além disso, as belezas naturais do local também foram fundamentais para incrementar este grande encontro de ideias, idades e ideais: a capivara do laguinho foi uma das mais fotografadas e deve até ter se assustado tamanho sucesso que obteve junto ao público que lotou a Praça da Rodoviária.
          Infelizmente, por volta das 17 horas o céu começou a nublar e a eminência de chuva encerrou o evento prematuramente.
Dessa forma, o curta metragem Sentimentário não pode ser exibido e deve voltar ao evento em maio. O mau tempo no fim da tarde também impediu a realização do Bate-papo com Titê, já que a astróloga chegaria ao evento nesse horário.

A cobertura das atividades ficou por conta da equipe da REDE Cooperativa de Comunicação e da fotógrafa Beatriz Rodrigues, que estarão disponibilizando seus registros.

O próximo PIQUENIQUE CULTURAL está marcado para o dia 22 de maio e em breve será divulgado o local em que se realizará. Esta será a última edição do semestre e virá cheia de novidades, já que, durante os meses de junho, julho e agosto o PIQUENIQUE CULTURAL  será suspenso devido ao inverno.
          Neste período, o Teatro do Chapéu Azul – realizador do PIQUENIQUE CULTURAL – estará envolvido com a produção do PRÉ-FESTIN, evento de lançamento do FESTIVAL DE INVERNO DE PELOTAS. O PRÉ-FESTIN acontecerá no início de agosto e atrações, locais e horários serão em breve divulgados.
Em setembro, o PIQUENIQUE CULTURAL  estará de volta em alguma praça de Pelotas! É só aguadar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário